Escolher

Escolher

Verbo

transitivo direto

manifestar preferência por (alguém ou algo).

“escolheu o campo para viver”

transitivo indireto e bitransitivo

fazer opção entre (duas ou mais pessoas ou coisas).

“e entre duas alternativas”

 

Decidir, fazer escolhas, tomar caminhos. Escolher é sempre abrir mão de uma outra coisa, a cada escolha, uma renúncia.

Crescer se relaciona com a palavra escolher, a todo momento estamos escolhendo, isso ou aquilo e não há por onde fugir. A não ser que prefira a dependência, o ser pautado na vontade do outro.

Escolher por ora e outra, te faz sentir o gosto do fracasso, e é tão amargo que sufoca. E às vezes, o que te resta são sentimentos de inutilidade pública. A perfeição está longe de ser alcançada, assim como o êxito e nem sabemos direito se isso na verdade existe.

Desse modo, sigo acreditando nas verdades internas de cada um, e no esplendor que vem de dentro daquilo que te constitui inteiro, hoje é aqui mesmo que caminho e faço desse instante, o poder pertencer a escolha. Tenho o desprazer de cair, de não se relacionar com as decisões inesperadas de uma terça-feira nublada, mas passo por isso, porque sinto que no final, o gosto de se levantar pode ser ainda melhor. Nasço.

Next Post:
Previous Post:
This article was written by

Psicólogo, sempre em busca “do outro” para a melhora do “eu”

There are 3 comments for this article
  1. Thássia at 14:07

    O dia que entendemos que o poder da escolha é uma das coisas mais importantes da nossa vida, tudo muda, mas a coisa mais importante que muda é o poder de escolher se aceitar. E ponto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *